Sexta-feira, 22 de Julho de 2011

O choro faz bem à escrita

Desde pequenina que tenho uma imaginação demasiado fértil. Lembro-me de acreditar piamente no Pai Natal e lembro-me de lhe ter pedido uma boneca que de noite se transformava em menina, só porque nas Chiquititas havia uma…a minha mãe explicou-me calmamente que elas não existiam e eu tive a minha primeira desilusão.

Sabem as histórias da Disney - as antigas, cheias de magia e bons musicais -, aquelas que eram vendidas em cassetes de vídeo? Eu consumia-as! Oh e eu sonhava…como sonhava! Sonhava que a minha voz seria tão bonita como a da Ariel, sonhava que os animais falavam como o Simba, sonhava que os príncipes disfarçados de monstros eram reais e esperavam por uma Bela, sonhava que um dia seria a Cinderela e alguém me calçaria o sapatinho de cristal.

E aprendi que uma alma linda e bondosa se podia esconder no corpo feio e disformado dum corcunda, aprendi que devíamos respeitar cada forma de vida, aprendi que existam heróis e vilões. Eu acreditei, sobretudo, que o bem vencia o mal, no fim.

Sabes que mais? Ninguém se vai comparar à Buffy, à sua incrível força, generosidade e sacrifício; ninguém se atiraria de uma torre para salvar o mundo. E ninguém troca a vida por tantas outras como a Vingadora. Ninguém tem uma família mais mórbida que os Adams, nem mais misteriosa que a do Practical Magic.

Depois veio o Harry Potter com as corujas que eu sonhava que me entrariam pela janela, as cartas a saltarem pelo correio, os feitiços, as uniões, as amizades…Eu queria tanto entrar em Hogwarts que mantive sempre a esperança de haver algo assim, numa dimensão desconhecida.

Também sou daquelas que devoraram Twilight. O Edward fez-me ler por tantas horas seguidas que cheguei a uma altura em que via tudo desfocado. Foi a felicidade suprema quando começaram a comparar-me à Bella dos filmes. Quero lá saber do que dizem, quero lá saber de não ser tão original assim - eu gosto.

Acho que é por isto tudo que quero ser actriz. Fazer parte de um sonho, mesmo que seja tudo a fingir. 

 

sheisnothere às 02:40
link | favoritos
De fugiu a 22 de Julho de 2011 às 13:02
Não me fales da Chiquititas *---------* que saudades que eu tenho de as ver!


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres